ESCÂNDALO: MINISTRO DE TEMER PROTEGE LULA DA PRISÃO

É de uma gravidade sem precedentes,  as declarações do último final de semana e nas primeiras 72 do novo governo, atribuídas a Geddel Vieira Lima, Ministro da Secretaria de Governo de Michel Temer, que ao se referir ao ex-presidente Lula disse  ” ter  muito apreço, carinho e respeito pelo ex-presidente Lula. ” e que é possível uma reaproximação política com o mesmo.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Não avisaram Geddel de que Lula é passado na política brasileira e que pode ser preso a qualquer momento por obstruir o trabalho da justiça, comprometer provas, aliciar testemunhas e desqualificar o trabalho de ministros e juízes Federais.  De que o momento vivido pelo o Brasil já não é mais o mesmo de quando foi ministro de Lula.

 Essa declaração, se verdadeira, de que tem em mãos “o cachimbo da paz” para que o novo governo “fume” com Lula, certamente levará às ruas um contingente muito mais significativo do que o mobilizado em 2015 e 2016. Não haverá perdão! O Brasil não quer vingança, quer justiça e Geddel ainda não percebeu a “infantilidade” da sua investida.




Por certo, nas próximas horas Michel Temer, em respeito ao Poder Judiciário que trabalha de forma independente para apurar as falcatruas perpetradas pela quadrilha que espoliou e quebrou a Petrobrás, “chamará Geddel às falas”. Dirá que a pacificação  que  está a pregar, passa,  obrigatoriamente,  pelo entendimento e harmonia com a população do Brasil e que não será com gasolina que isso será possível.