GUIDO E MULHER COM CÂNCER

Vazou que Guido Mantega seria preso. Se escondeu no hospital, embaixo da “maca” da mulher!

Guido Mantega, contumaz por “falsear com a verdade” em assuntos econômicos e nos que o envolvem  em corrupção, de novo, enganou, sem nenhum pudor. Usou a doença da mulher para fugir da cadeia.  Agora, Procuradores da República, Policiais Federais e a própria Justiça foram “vítimas” de uma “covardia” do dissimulado Guido Mantega. Sua mulher não seria submetida a uma cirurgia coisa nenhuma. Era apenas uma endoscopia!


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Mas o mais grave é que Guido Mantega ficou sabendo que seria preso ainda na madrugada. Ou seja, VAZOU!

Sobre o assunto, escreve o jornalista Vitor Vieira:

“É cada vez menos possível enganar as pessoas nesta era da comunicação, e as pessoas recebem todas as informações necessárias, ou quase todas, de muitas fontes, de maneira muito completa, em curto espaço de tempo; isto permite que as pessoas tomem posições com toda consciência de forma muito rápida; é reajam. De modo geral, isso é o que está assustando o mundo institucionalizado nacional. Em poucas horas já se sabe que o que ocorreu nesta quinta-feira, com o prende e solta dopetista Guido Mantega, foi um absurdo legal; ele não poderia ter tido sua prisão revogada por causa de um movimento sentimentalóide, na suposição de que sua mulher com câncer estava sendo submetida a uma cirurgia. Engano total, ela estava passando por uma muito simplória endoscopia, que exige uma sedação leve. Eu sei, eu já fiz. Não havia motivo algum para ter sido revogada a ordem de prisão por suposto motivo humanitário. Além disso, a mulher dele detectou câncer em 2011 e passou a se tratar. E ele não abandonou o Ministério da Fazenda por causa do câncer dela. Nem ficou ao lado dela. Estava quase sempre em Brasília. E também participou das tenebrosas transações com Eike Batista mais de um ano depois dela ter detectado o câncer. Portanto, ai está….. por que, agora, uma simplória endoscopia, seria motivo suficiente para revogar a ordem de prisão? Os brasileiros precisam deixar de ser sentimentalóides, porque os comuno-petistas são sempre muito dissimulados.” 

Diz Cláudio Humberto no Diário do Poder: ” Se a prisão Guido Mantega motivou queixas, em razão do estado de saúde da sua mulher, o ex-ministro da Fazenda não se preocupou com isso quando houve os crimes atribuídos a ele. O câncer da psicanalista Eliane Mantega foi diagnosticado dois anos antes de o marido pedir R$5 milhões a Eike Batista para pagar dívida de campanha do PT, por meio de contrato superfaturado com a Petrobras.”

“O câncer da mulher de Mantega foi detectado em dezembro de 2011, e o acerto criminoso, revela Eike Batista, ocorreu em novembro de 2013.

Se a Lava Jato quisesse induzir Guido Mantega à delação premiada, esta seria a hora adequada. Mas a revogação da prisão desmente isso.

Ao contrário do que dizem os petistas, os policiais foram tão discretos, na prisão de Mantega. Até usaram veículo sem inscrições da PF.”

A revista ISTO É publica que:

“De volta ao hospital Albert Einstein depois da revogação de sua prisão temporária, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega gravou um vídeo de agradecimento aos que se solidarizaram com ele na manhã desta quinta-feira 21. “Estou de volta ao hospital onde posso cuidar da minha mulher. Obrigado a todos que estão me mandando mensagens de conforto e carinho”, disse ele.

No vídeo, ele não menciona a cirurgia de sua mulher, a psicanalista Eliane Berger, que sofre de câncer desde 2011. Durante o horário em que Guido foi preso, Eliane retirou uma parte de um tumor. O câncer, que começou no estômago, está em metástase, possivelmente no ovário. Mantega dormirá no hospital esta noite para acompanhar a recuperação de sua mulher. Ele poderá ter alta amanhã (sexta-feira), mas os médicos ainda não confirmam.

O casal deu entrada no hospital às 5h e a cirurgia foi realizada pela manhã. Depois de ser solto, o ex-ministro seguiu de volta para o Einstein imediatamente. Na chegada, encontrou amigos e familiares e, durante a tarde, repousou ao lado da mulher.”