carmem lucia e cunha

Uma segunda-feira “quentíssima” em Brasília, e a DELAÇÃO mais rápida da Lava Jato… De Eduardo Cunha!

É certo que todas as atenções  dos brasileiros se voltarão para Brasília, nesta segunda-feira, dia 24 de outubro. Nem mesmo a eleição de segundo turno, marcada para o próximo domingo,  em dezenas de cidades brasileiras, conseguirá dissipar as nuvens negras que encobrem o céu do Centro-Oeste. A revelação da atuação “secreta” e “paralela”  da Polícia Legislativa, passando pela “tensão” ainda não dimensionada da prisão de Eduardo Cunha e  a informação  sobre o  “agrado” da família Odebrecht  para o ex-presidente Lula, que dizem ter sido  “presenteado” com o estádio do Itaquerão do Corinthians, uma “obrinha superfaturada” de mais R$ 1,2 bilhão,  por certo,  transformará a semana entrante,  num “paiol atômico” prestes a explodir na  Capital Federal….


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

– A Ministra Cármem Lúcia, conhecida por ser uma magistrada possuidora de personalidade calma, equilibrada e justa, mas duríssima em seu mister, viu cair em suas mãos um problema político/jurídico de dimensões continentais.  Terá de enfrentar os desdobramentos advindos das revelações da operação MÉTIS,  que mostra um grupo de Senadores da República e pessoas “nominadas” em vários procedimentos encetados pela PGR, buscando conhecer, ilegalmente,  seu real envolvimento  na Operação Lava Jato.  Terá de colocar um “freio” nas ações das pessoas  que se utilizaram criminosamente de mecanismos não republicanos e que claramente agiram para obstruir o trabalho da justiça, pontualmente nos distribuídos a relatoria do Ministro Teori Zavascki.

Os “delinquentes parlamentares ” não esperem de Cármem Lúcia, “leniência“. Por sua conhecida postura, determinará, de ofício, procedimentos objetivos para que “bandidos organizados” respeitem a justiça brasileira.  Não se trata de preservar Ministros e o Supremo… É dever constitucional  do Presidente do STF   fazer cumprir as Leis e a Constituição.  O Estado não pode ser violado por grupos aparelhados que se utilizam do PODER para destruir a NAÇÃO!




– Eduardo Cunha é um “submarino” carregado  de nitroglicerina, pronta para ser usada  a explodir inimigos.  Não escondeu nunca que, se preso, levaria junto todas as pessoas que lhe faltaram na hora derradeira,  antes do encarceramento. Estão incluídos na “Lista de Cunha” ministros de Estado, Senadores, Deputados, empresários e dizem, o próprio Presidente da República. Quem conhece Eduardo Cunha não pensa duas vezes em  afirmar que ele tem “paciência zero”,  que seu  “pavio” é curtíssimo.  Portanto, deve ser uma das delações mais velozes que a Lava Jato já experimentou nestes dois anos de investigação.

– Emílio Odebrecht não vai delatar: Já delatou! Segundo informam fontes idôneas com acesso direto ao grupo de Procuradores que atuam na Lava Jato. O aperitivo foi a informação de que presenteou Luis Inácio Lula da Silva com o “mimo” chamado Itaquerão. Agrado de R$ 1,2 bilhão, volume de dinheiro suficiente para construir milhares e casas do programa “minha casa, minha vida”  ou tirar milhares de brasileiros dos corredores terminais dos hospitais públicos.

Cunha está preso. Os políticos que agiram para obstruir a justiça  e Lula, pela “patacoada”  do Itaquerão  entram na linha de tiro e passam a ser “bola” número 01,  da próxima operação da Lava Jato que acontecerá,  05 dias após a realização do segundo turno da eleição de 2016.

O cristalvox recomenda muita água, respiração compassada e alimentação balanceada para que sua saúde “suporte” as emoções que nós brasileiros, iremos testemunhar,   até 15 de novembro.