Trump e a mídia corrompida – Tradutores da Direita




Este vídeo é dedicado à toda a mídia que, tentou que tentou, mas não conseguiu colocar Hillary como favorita. Aqueles repórteres que já não conseguiam esconder sua militância disfarçada de opinião, e que ficaram com cara de bunda quando viram os números de Trump passarem a marquinha dos 270 delegados do colégio eleitoral, ficando todos, no final, sem saber o que aconteceu errado, depois de terem lido demais o New York Times. Este vídeo vai em especial para os nossos queridosrepórteres comunistas ou fabianos do GloboNews, UOL, o Antagonista (e os camaradas do Manhattan Connection), e todos os veículos que conseguiram sepultar de uma vez qualquer legitimidade de poder falar sobre a direita conservadora. Não têm moral, não têm legitimidade, não têm mais o manto da imparcialidade e, ainda por cima, perderam a confiança para falar de nós sobre qualquer das formas.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Podemos estar assistindo algo novo. A mídia perdeu a credibilidade aos olhos do povo, e vias alternativas alheias a grande mídia são agora mais procuradas que nunca. Simples blogueiros conseguem mais audiência que painéis profissionais de televisão, e com esta eleição conseguiram gastar o pouco de credibilidade que tinham, pois insistiram em vestir a camiseta de militante ao fazerem noticia, mesmo que o tom monocórdico dos rótulos e opiniões sem sentido continuassem transbordando nos ouvidos cansados do povão que se cansou de ouvir a mesma lengalenga. A mentira contada mil vezes ajudou o povo a ver que algo estava errado, e anticorpos fortes foram criados nas mentes, depois da exposição tão obvia de parcialismo mediatico. A vitória de Trump foi mesmo como um segundo Brexit: um grito de emancipação contra todo o establishment globalista e esquerdista que tenta forcar-nos, goela abaixo, suas idéias tão alheias a realidade e anseios do cidadão comum, principalmente do americano, que guarda dentro de si valores conservadores que vieram a tona com a nomeação de Trump.

 

%d blogueiros gostam disto: