SERRA BOA

Serra venceu: Maduro não vai assumir presidência do Mercosul

José Serra enviou carta aos chanceleres dos países membros afirmando que há vacância do posto, “uma vez que não houve decisão consensual a respeito de seu exercício no período semestral subsequente”, informa Lauro Jardim.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

O Paraguai havia tomado a mesma posição no fim de semana.

O Uruguai deixou o posto na sexta-feira.

Entenda:

O Paraguai não reconhece a decisão da Venezuela de assumir a presidência de Mercosul, ao considerar que o país se autoproclamou no cargo, depois que o Uruguai o deixou vago, e dirigirá o bloco com Brasil e Argentina, segundo o chanceler paraguaio Eladio Loizaga.
O chanceler paraguaio disse que o Mercosul está sendo dirigido “em coordenação entre os três países, Argentina, Brasil e Paraguai, para buscar uma saída o mais rápido possível” para a crise.
Loizaga enfatizou que considera a anunciada presidência do bloco pela Venezuela “uma autoproclamação de facto”.
Na sexta-feira, o Uruguai deu por concluída sua gestão na presidência rotativa do Mercosul, sem anunciar a passagem do posto a nenhum dos sócios do bloco, de acordo com um comunicado da chancelaria.

Conteúdo G1, Antagoista e Cristavox