telmário e namorada

Senador agressor: “Namorada” muda versão e diz que “caiu” e bateu a cabeça na porta!

Maria Aparecida Nery de Melo, a namorada do senador Telmário mudou sua versão para as lesões identificadas no exame de corpo de delito: disse que na mesma noite em que recebeu a visita do senador, caiu no chão durante a festa enquanto dormia.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

A estudante negou ter sido agredida por Telmário Mota. “O senador é amigo meu e da minha família. Por isso, na noite do dia 26 de dezembro, ele veio até a minha casa, porque estava tendo uma festa. Nós dançamos e ele foi embora por volta das 22h. Não me agrediu, nem fez nada contra mim”, disse.

No dia seguinte, a jovem conta que o namorado teve uma crise de ciúmes e a convenceu a registrar a queixa contra o parlamentar. “Meu namorado sabia que eu e o senador tínhamos tido um relacionamento. Então, ele e outras pessoas me pressionaram a registrar o boletim de ocorrência contra o Telmário e no dia 31 acabei indo à delegacia acompanhada de um advogado que me indicaram”, conta.

A jovem alega que foi o advogado, então, quem escreveu o depoimento. “Ele [advogado] sentou lá e escreveu tudo da cabeça dele, não me perguntou nada. Eu nem li o boletim, porque depois que saímos da delegacia, fomos ao IML fazer o exame e todos os meus documentos ficaram com ele”, disse.

O advogado da estudante à época, Tiago Santos, nega, e afirma que ele e Maria leram e assinaram o depoimento. A reportagem tentou contato com a Polícia Civil, mas não obteve retorno.

Conteúdo G1