Santo Lula não mentiu: Tirou MILHÕES dos pobres do Brasil!

O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, hoje conhecido como “a alma mais honesta do Brasil”,  definitivamente vai entrar para a história da política mundial como o governante que TIROU MILHÕES dos pobres do Brasil. Os números definitivos serão apresentados pela maior operação policial da história do nosso país – Operação Lava Jato – que já prendeu mais de 5 dezenas de políticos e executivos da indústria pesada, todos envolvidos no processo criminoso que TIROU MILHÕES dos pobres do Brasil.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Lula não estava mentindo, ou nunca mentiu! Criminosamente se utilizou de um dos mais “velhos e batidos” discursos populistas para enganar. Enquanto distribuía “cesta da fome”, composta de uma ração paupérrima em vitaminas e proteínas, seus confrades se “enlambuzavam” no mais fino caviar e da mais cara espumante”, ambos fruto da roubalheira “construída” com um único objetivo: Embriagar os ricos e empanturrar os pobres. O Messias de Garanhuns quase chegou lá e o “projeto de poder” só foi DESMANTELADO pela determinação de duas dezenas de jovens Procuradores da República, de uma centena de Policiais Federais incorruptíveis e pela coragem do juiz Sérgio Moro. Foi necessário um batalhão para derrotar o monstro, mas, enfim, venceu o lado “bom da força”!

Com a prisão de Antonio Palocci, ” o grande tesoureiro“, já que Delúbio, Vaccari e Paulo Ferreira não passavam de contadores de dinheiro, a FARSA do PT definitivamente foi desmascarada. Comprova-se que o  Brasil não foi governado por um Partido Político e sim por uma ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA violenta, capaz de matar quem se colocou no seu caminho. Celso Daniel é o maior exemplo desse banditismo estatal. Vieram outros, porém os mecanismos legais sob a proteção e comando de LULA “FAXINARAM” as vítimas, dando a todos os episódios “ares” de crimes comuns, disputas de gangs e do crime organizado.

O Estado Paralelo existente no sistema prisional brasileiro é fruto de uma meticulosa e bem estruturada operação montada pela ORCRIM. Um exemplo clássico dessa “proteção” estatal está demonstrada na segurança que foi colocada à disposição de Fernandinho Beira Mar. O governo do PT o protegeu de seus inimigos no Rio de Janeiro. Suas viagens e hospedagens em aviões e cárcere de luxo, garantiram sua  vida. Em troca, votos e mais votos nas favelas do Rio de Janeiro em favor do PT e seus aliados.  Pior que isso, essa “segurança” permitiu que Beira-Mar expandisse seus negócios no Paraguai, na Colômbia, na Bolívia e até na Venezuela de Chaves e Maduro.

Mas a farsa montanha do novo messias começa a desmoronar. Nos próximos dias “a alma mais honesta do Brasil” vai trocar o trono dourado de São Bernardo pelo “boi” fétido de uma cela em Curitiba!

%d blogueiros gostam disto: