LULA JOÃO E DILMA

PT usou o Diário Oficial para praticar crimes durante 13 anos

Jorge Barbosa Pontes, delegado da PF, deu um depoimento no Congresso sobre as dez medidas anticorrupção.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Eliane Cantanhêde, no Estadão, comentou:

“Ele disse que a corrupção do Brasil não é só gigantesca como também criou uma nova modalidade de crime ou, nas palavras dele, ‘um novo animal da criminologia. Em vez de ‘crime organizado’, aqui se tem ‘crime institucionalizado’.

O delegado explicou a diferença entre esse ‘novo animal’ e o crime organizado tradicional: um, o ‘organizado’, é praticado por grupos de pessoas; o ‘institucionalizado’ é comandado pelo ‘núcleo do poder’, no Planalto e na Casa Civil, por exemplo, ‘e não usa armas, mas o Diário Oficial’.

Lula, aliás, é três vezes réu”.

Conteúdo O Antagonista