PT “explodiu” a Caixa

Governos petistas deixaram a Caixa com o nome sujo. Dívida de R$ 67 milhões contraída durante o governo Lula e não resolvida pela gestão de Dilma leva a Caixa a ficar com o nome sujo na praça pela primeira vez na história.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

A barafunda política aliada às barbeiragens administrativas feitas pelas gestões de Lula e Dilma Rousseff vitimaram o maior banco público do País, ao deixar-lhe numa situação nunca antes visto na história. A Caixa Econômica Federal, que opera os recursos do Fundo de Garantia (FGTS) e das loterias, encontra-se com o nome na Dívida Ativa da União. A Fazenda Nacional cobra aproximadamente R$ 67 milhões relativos a contribuições previdenciárias que a instituição deixou de recolher de seus servidores no período entre 2007 e 2009. O banco chegou a ficar com o nome sujo na praça durante 18 dias no mês de julho. E só conseguiu sair do cadastro de sonegadores de imposto por força de uma liminar do Tribunal Regional Federal (TRF), que pode cair a qualquer momento.

Para dar a exata medida da gravidade do caso, em um documento trocado pela cúpula do banco e classificado de “confidencial 10”, ao qual a ISTOÉ teve acesso, servidores do alto escalão da Caixa demonstravam grande preocupação com a negativação da instituição. O teor alertava para o fato de a Caixa não dispor de “certidão de regularidade fiscal válida da esfera federal desde o dia 5 de julho”, quando o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) deu provimento ao recurso da Fazenda Nacional, que cobra a dívida do banco. E, a partir daquela data, os processos contra a Caixa passaram a constar na Receita Federal em forma de pendência.

Conteúdo Epoca, editado pelo jornalista Ary Filgueira
Leia em http://istoe.com.br/governos-petistas-deixaram-caixa-com-o-nome-sujo/

%d blogueiros gostam disto: