Petistas desempregados CORREM atrás de “boquinhas” municipais

Varridos do poder em Brasília e nas “boquinhas federais”, os petistas se nenhuma cerimônia “avançam ” em direção dos cargos nos municípios onde o partido tem o controle político. Até os mais “graduados petistas” já colam nos candidatos com chances de vencer em outubro, para garantir uma “boquinha”. Eles não sabem trabalhar…


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Cláudio Humberto trata dessa “debandada” no Diário do Poder..

“Após o impeachment, o governo federal se livra aos poucos de dez mil filiados ao PT que ocupavam cargos comissionados e outras boquinhas em Brasília. Como não vivem longe de cargos públicos, estão de olho em prefeituras de médio e grande portes que esperam conquistar nas urnas. No Recife, figurões do PT como o ex-ministro Luiz Dulci já “colam” no candidato do partido para garantir espaços aos “sem-cargo”.

Além de perderem o governo federal, petistas ficaram desamparados com a ruptura do propinoduto que alimentava o Instituto Lula.

Em 2012, Lula negou apoio e até legenda para o então prefeito petista João Paulo disputar reeleição no Recife. Hoje negociam cargos futuros.

Com a exigência de nomeados para cargos públicos pagarem 10% dos salários ao partido, o PT virou um empreendimento milionário.

Somam 107,8 mil os cargos comissionados no governo federal, que podem ser preenchidos sem concurso.”

 

%d blogueiros gostam disto: