fora Renan foto boa

Perdeu Renan!

O Cristalvox não publica notícia falsa! Em confronto com juízes, Renan vira réu no SupremoPor 8 votos a 3, presidente do Senado é acusado de desviar recursos da verba indenizatória da Casa por meio de contratos com locadora de veículos em 2005.  Matéria publicada no Estadão e assinada pelos jornalistas Rafael Moraes Moura, Julia Lindner e Breno Pires.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira, 1.º, tornar o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), réu em ação penal por peculato. Alvo de outros 11 inquéritos na Corte, o peemedebista é acusado de desviar recursos da verba indenizatórias do Senado por meio da contratação de uma empresa locadora de veículos em 2005. É a primeira vez que ele se torna réu.

A decisão dos ministros, por 8 votos a 3, ocorre em meio ao momento de maior tensão entre o presidente do Senado e o Poder Judiciário. O peemedebista defende a aprovação no Congresso de projetos que visam coibir o abuso de autoridade. Para integrantes do Ministério Público e do Judiciário, incluindo a presidente do Supremo, Cármen Lúcia, as medidas representam ameaça às atividades de juízes.

“Qualquer processo, especialmente para quem tem vida pública, é realmente algo grave, sério, mas o estado de direito impõe a todos a necessidade de que o Poder Judiciário cumpra o seu papel”, disse Cármen Lúcia durante o julgamento.

A decisão da Corte foi por aceitar parcialmente a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra Renan. Os ministros abriram ação por peculato, mas rejeitaram as acusações de falsidade ideológica e uso de documento falso.