pedro carvalho

O Senado está nú: Prisão do Diretor da Polícia Legislativa é mais importante que a de Eduardo Cunha

Pedro Carvalho Oliveira é um mega-HD. Se não for silenciado, derruba a República. Mas como  sua prisão  está “lastreada”  em decisão constitucional, legal,  e trata-se de uma operação de Estado, não tem saída: Terá de revelar tudo o que sabe. Essa é sua a única chance de ganhar proteção desse mesmo Estado que traiu em favor de contumazes “MELIANTES” que estão parlamentares.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

A prisão de Pedro Carvalho Oliveira, diretor-geral da polícia do Senado na manhã desta sexta, 21, ainda não ganhou a dimensão que terá nas próximas horas e dias. Ela é muito mais importante que a prisão de Eduardo Cunha. O Estado Paralelo de Sarney, Renan e Collor era sustentada pela ação “subterrânea” e  ilegal  desse servidor do Senado.

A República de Sarney, Renan e Collor que funcionou no Brasil por 3 décadas nada mais é do que ” O Estado Paralelo“. É a comprovação da falência do Estado Oficial, da sua impotência que permitiu o surgimento de “castas” capazes de produzir o “mensalão e o petrolão”; de permitir que o Estado Brasileiro fosse comandado por empreiteiros “gulosos”,  protegidos por “políticos esmoleiros”.




Pedro Carvalho Oliveira sabe muito mais do que se imagina. É recomendável que os Senadores e Deputados Federais estejam preparados para as revelações que fará à Polícia Federal e ao Ministério Público. “Índio”, como é chamado o diretor da polícia legislativa, sabe demais. Controlava até a manhã desta sexta, 21,  todos os acessos do parlamento; controlava todo o sistema de monitoramento eletrônico e, diante da revelação das operações de contra-espionagem, também tinha o controle de gabinetes e residência dos parlamentares.