marcela e temer

Hacker que clonou celular de Marcela Temer é condenado a cinco anos de prisão

Silvonei José de Jesus Souza, hacker que clonou o celular de Marcela Temer e chantageou a primeira-dama pedindo R$ 300 mil para não vazar fotos íntimas e áudios, foi condenado a cinco anos, 10 meses e 25 dias de prisão em regime fechado pelos crimes de estelionato e extorsão, além de multa.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

A sentença correu rápido para padrões brasileiros — apenas seis meses após a abertura do inquérito. Réu primário, Souza cumprirá a pena em Tremembé, no interior paulista.

Conteúdo Painel Folha