GUERRILHEIRO É GUERRILHEIRO… MESMO SEM TORTURA, “ENTREGA” COMPANHEIROS!

Está postado no blog do Felipe Moura Brasil

Lula confessou mensalão a Mujica..

mujica




Luiz-Inacio-Lula-da-Silva-20120802-size-598

Lula sabia de tudo. Lula confessou tudo. Lula justificou tudo.

A notícia está no Globo. O petista disse ao então presidente José Mujica, do Uruguai, que o mensalão era “a única forma de governar o Brasil”.

Sim, o mensalão: a compra de apoio político com dinheiro público para beneficiar o governo do PT.

O episódio foi relatado pelo próprio Mujica aos jornalistas uruguaios Andrés Danza e Ernesto Tulbovitz, da revista semanal ‘Búsqueda’, que o reproduziram no livro-reportagem “Uma ovelha negra no poder”, lançado no Uruguai nesta semana.

Os autores convivem com Mujica há 17 anos. Todas as conversas com ele estão gravadas.

Segundo o ex-presidente uruguaio, seu ex-vice Danilo Astori estava na sala e também ouviu a confissão de Lula. Ou seja: são duas testemunhas.

Mujica disse aos jornalistas:

“Lula não é um corrupto como (Fernando) Collor de Mello e outros ex-presidentes brasileiros. Mas viveu esse episódio (do mensalão) com angústia e um pouco de culpa”.

Um “pouco”.

Quando o assunto do mensalão veio à tona numa reunião feita em Brasília nos primeiros meses de 2010, Lula disse textualmente a Mujica, segundo ele próprio:

“Neste mundo tive que lidar com muitas coisas imorais, chantagens. Essa era a única forma de governar o Brasil”.

Os jornalistas ainda relatam que a proximidade de Mujica e Lula era tão grande que o uruguaio “soube que Dilma seria a candidata (à Presidência) muito antes que isso se tornasse público” e também que, depois, Lula apoiaria sua reeleição.

“(Mujica) Entendeu perfeitamente essa jogada”, escreveram Danza e Tulbovitz. “Lula preferia ser o poder nas sombras e, depois do mensalão, não ficar exposto demais”.

Em outras palavras: Lula era o chefe.