General Peternelli presidirá a Funai

O governo do presidente interino Michel Temer (PMDB) está analisando o nome do general do Exército Roberto Sebastião Peternelli Junior para assumir a presidência da Fundação Nacional do Índio (Funai). Ex-secretário-executivo do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República e ligado ao ex-presidente José Sarney, Peternelli teve o nome indicado para presidir a Funai pelo Partido Social Cristão (PSC), do qual ele é filiado desde 2014, mas recebeu também o aval do senador Romero Jucá (PMDB-RR).


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Sobre a participação do general Peternelli no PSC, o pastor Everaldo contou que foi o responsável pela filiação do militar no partido, em 2014. “Com muita honra fui eu que levei o general para o partido quando ele estava indo para reserva”, afirmou.

General de Divisão (com três estrelas), Roberto Sebastião Peternelli Junior, 61 anos, nasceu em Ribeirão Preto (SP). É administrador de empresas e paraquedista. Serviu ao Exército Brasileiro por 45 anos. Como militar, comandou o 1º Batalhão de Aviação do Exército (1º BAVEX) e a 2ª Região Militar (2ª RM), que é o Comado Militar do Sudeste.




Em 2014, Peternelli foi candidato a deputado federal pelo PSC em São Paulo, mas perdeu as eleições.

O Fórum Nacional dos Direitos Humanos pela Democracia e lideranças indígenas rejeitam o nome do general Roberto Peternelli pelo seu partido ser das bancadas ruralista e evangélica, além do militar não ter experiência na questão indígena brasileira.

Fonte http://amazoniareal.com.br/

%d blogueiros gostam disto: