Estádio do Corinthians foi presente para Lula, diz patriarca da Odebrecht

“A Lava Jato vai chegar ao Corinthians”.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Segundo a Folha de S. Paulo, Emílio Odebrecht “afirmou em acordo de delação, em fase de negociação, que o estádio construído pela empreiteira foi uma espécie de presente ao ex-presidente Lula, torcedor do time.

O agrado, na versão de Emílio, foi uma retribuição à suposta ajuda de Lula ao grupo nos oito anos em que o petista comandou o país, de 2003 a 2010.

Sob governos do PT, de 2003 a 2015, o faturamento do grupo Odebrecht multiplicou-se por sete, de R$ 17,3 bilhões para R$ 132 bilhões, em valores nominais (a inflação do período foi de 102%)”.

Duas coisas:

1 – O acordo do MPF com Emilio Odebrecht não está em fase de negociação; ele já está pronto.

2 – O Itaquerão foi uma transação, e não um presente; isso será esclarecido mais adiante, quando a Odebrecht detalhar os pagamentos a Lula.

Conteúdo O Antagonista

%d blogueiros gostam disto: