Início Política Cármen Lúcia e o presidente do TRF-4 vão se reunir na segunda-feira...

Cármen Lúcia e o presidente do TRF-4 vão se reunir na segunda-feira – GLO à vista!

43
COMPARTILHAR
carmem lucia

A agenda da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, prevê uma reunião na próxima segunda-feira, às 10h, com o presidente do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4), desembargador Federal Thompson Flores.

A programação foi divulgada nesta sexta-feira, e a assessoria do TRF-4 confirmou que um dos assuntos da audiência será o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Porto Alegre, marcado para o próximo dia 24. O TRF-4 vai julgar os recursos de Lula, condenado pelo juiz Sergio Moro a uma pena de 9 anos e seis meses de prisão, e de outros seis réus no processo do triplex do Guarujá.

Segundo a Folha, O presidente do TRF-4 teria relatado a parlamentares petistas que recebeu para “uma visita de cortesia” que os juízes estão recebendo ameaças e que alguns deles tiraram suas famílias do Estado. Ele citou o caso de uma pessoa do Mato Grosso do Sul que tem ameaçado atacar fisicamente o prédio do TRF-4.

O Cristalvox publicou dia 09 de janeiro: “O Presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores Lens tem nas mãos instrumentos e poder para movimentar a maior  e mais bem treinada tropa terrestre das Forças Armadas do Brasil – Comando Militar do Sul – no dia 24 de janeiro, quando o ex-presidente Luis Inácio da Silva será julgado pela 8ª Turma do TRF4.  Basta que Thompson Flores concluia que o “aparato” montado pela Brigada militar é insuficiente para enfrentar o quadro que se desenha, de pronto, pode solicitar à Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministra Cármen Lúcia a requisição de tropas federais em Porto Alegre, para garantir a integridade dos  servidores da justiça federal, de juízes, desembargadores e dos próprios da JF.

O Decreto nº 3.897 de 24 de agosto de 2001 dá a Presidente do STF, conforme prevê o artigo 2º, parágrafo primeiro, poderes para requisitar tropas federais. Independe de vontade do Governador. É questão de ESTADO.”

Conteúdo Estadão, Folha e Cristalvox

8ª Turma do TRF4, Comando Militar do Sul, Desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores Lens, do Supremo Tribunal Federal, Forças Armadas, Forças Armadas do Brasil, Gabinete de Segurança Institucional, GARANTIA DA LEI E DA ORDEM, Ministra Cármen Lúcia, Presidência da República

COMPARTILHAR