Brasília em pânico com a prisão de Eduardo Cunha

A Secretaria de Comunicação da Presidência da República acaba de tirar uma nota dizendo que a preocupação do governo em relação a prisão de Eduardo Cunha é ZERO!


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Renan Calheiros, presidente do senado da República abordado por repórteres ao sair de seu gabinete, logo após consumada a prisão de Eduardo Cunha, mal humorado,  foi grosseiro com jornalistas chegando a empurá-los. Transtornado, para não dizer “apavorado” não escondeu sue pânico com a decisão de Sérgio Moro.

Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados no exercício da Presidência fez “cara de paisagem” quando indagado sobre o “tsunami” que se abateu sobre a esplanada. Escorria no canto da boca de Maia uma “pitada de fel”, uma vez que é adversário ferrenho de Cunha no Rio de Janeiro.

A esquerda e o PT comemoram irresponsavelmente a prisão de Cunha. Não imaginam que na mesma esteira pode estar sendo “asfaltada” a via que vai levar Lula para a mesma cela, caso a “alma mais honesta do Brasil” não fuja para o Uruguai.

%d blogueiros gostam disto: