Acusados de terrorismo já estão em presídio de segurança máxima

A Polícia Federal confirmou nesta sexta-feira que os dez presos da Operação Hashtag já estão no presídio federal de segurança máxima de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. Eles foram transferidos na noite de quinta-feira.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

O grupo foi preso ontem, em uma operação da Polícia Federal que investigava a suspeita de ataques terroristas durante os jogos olímpicos e paralímpicos no Brasil. Ao todo, catorze brasileiros compõem a lista, sendo que dois suspeitos apenas foram conduzidos coercitivamente para prestar depoimento e outros dois ainda estão foragidos.

O jornal Zero hora de Porto Alegre destacao perfil de um dos presos pela polícia Federal

” O suspeito preso pela Polícia Federal (PF) no Rio Grande do Sul sob a acusação de planejamento de ato terrorista na Olimpíada e alinhamento com o grupo Estado Islâmico é um criador e vendedor de galinhas de raça no município de Morro Redondo, no sul do Estado. A PF cumpriu o mandado de prisão às 5h.

As investigações detectaram mensagens trocadas pelos integrantes do grupo em redes sociais, como WhatsApp e Telegram, nas quais um dos suspeitos conta que tentou comprar um fuzil AK-47 em um site do Paraguai. Eles também demonstravam apoio aos últimos atentados em Orlando, nos Estados Unidos, e em Nice, na França.

Os mandados de buscas e prisões na Operação Hashtag foram cumpridos nos Estados do Amazonas, Ceará, Paraíba, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Mato Grosso e Rio Grande do Sul.

Coonteúdo Veja e Zero Hora

%d blogueiros gostam disto: