Vacina ou vagina? A manchete da polêmica capa do jornal Diário do Iguacu!

As redes sociais estão inundadas com a imagem da capa do jornal Diário do Iguacú, editado na cidade de Chapecó, Santa Catarina, pela RedecomSC.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

A capa, como tantas outras,  trata de um assunto rotineiro da comunidade onde circula. Maldosamente, por “sacanagem” ou pura “galhofa, um “engraçadinho muito do amador” resolveu trocar a letra”C” pela “G” na expressão VACINA.  A alteração fez com que a leitura indicasse um “erro” de revisão e “vacina” ficou sendo “vagina”.
Mas todo o criminoso deixam suas digitais no “teatro de operações”. Não se deu por conta “ELE”, O “MÁGICO”, que na mesma manchete, outra palavra também contém a letra “G”. Ficaram suas digitais!

O “inventor” não passa de um irresponsável por tentar “manchar” o nome do jornal e dá uma demonstração de burrice e desatenção. Passa um atestado público que além de “criminoso” – o ato de desqualificar o jornal é um crime previsto no Código Penal – de burro, desatento e primário. Poderá, identificado, receber uma condenação por danos morais e materiais.
E o Diário do Iguaçú, ao contrario do que pensou “o malandro”,  faturou muito!!!!!
Só ganhou notoriedade com o episódio, o Diário do Iguaçú.
Leia como o jornal Diário do Iguaçu se apresenta:

Fundado no dia 27 de março de 1997, logo após a falência do jornal O Iguaçu, o Diário do Iguaçu surgiu com o objetivo de ser referência na região Oeste, posição que a cada ano se solidifica mais. O projeto foi idealizado pelo atual diretor superintende da RedeComSC, Lenoires da Silva. Com a falência de O Iguaçu, 17 funcionários ficaram sem emprego. Doze deles toparam o desafio de reativar o negócio, montando um novo jornal, pois era o que sabiam fazer e precisavam garantir recursos para a subsistência das famílias.

O começo foi difícil, com o jornal circulando de terças a sábados com 12 páginas, sendo que na edição do fim de semana, eventualmente aumentava para 16 páginas. Mas com o passar dos anos, com competência, criatividade e comprometimento da equipe, as dificuldades foram sendo superadas e a estrutura física e humana foi aumentando.
http://redecomsc.com.br/diariodoiguacu/