UMA METRALHADORA GIRATÓRIA CHAMADA ODEBRECHT

A velha república brasileira está sendo abatida no primeiro pente de bala usado pela família Odebrecht.  Sem falar oficialmente o  pai Emílio e o filho Marcelo Bahia,  já viraram “bocas de matildes” nas gravações que estão a “pulular” nas últimas 24 horas.  Imaginem o momento em que o Clã decidir abri o jogo.  E vai fazê-lo!  Não por vingança, mas por absoluta necessidade de preservação e sobrevivência do maior conglomerado empresarial da América.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

A resistência de Marcelo Bahia está sendo minimizada pela “língua solta” de envolvidos na Lava Jato e pelo desespero de salvação que alguns imaginam alcançar, entregando, de bandeja, seus próprios criadores. Exemplo, Sérgio Machado, ex-Transpetro em relação a seu mentor Renan Calheiros. Mais, é tamanho o pavor dos caciques dos grandes partidos políticos que já batem cabeças e se entregam ao mutuamente,  a ponto de não suportarem ouvir a expressão CURITIBA, tão pouco a citação do nome do juiz Sérgio Moro.

Neste momento Lula busca de forma desenfreada,  uma “brecha”  legal para fazer permanecer sob a “proteção do STF” a investigação de suas “escaramuças” como o “maior lobista” da história empresarial brasileira, tudo respaldado na estrutura presidencial. O  maior medo de Lula é que os “tentáculos” da  operação Lava Jato alcance seus filhos. E aí está seu grande problema…

Sentindo-se traído, sem proteção, Emílio Odebrech vai vingar o filho Marcelo contando tudo que sabe sobre os LULINHAS DA SILVA…

O Brasil não vai assistir um  simples incêndio na guerra Odebrecht/Lula… VAI TESTEMUNHAR UM ARMAGEDON DE PROPORÇÕES GIGANTESCAS…

OS ODOBRECHTs já municiaram suas metralhadoras.  Junto com Lula,  serão abatidos  os 300 picaretas do passado  e outros 400 do presente.

 

 

%d blogueiros gostam disto: