Sergio Moro vai prender mulher de Cunha

Quem não lembra da deslumbrante Cláudia Cruz “Cunha” apresentando o telejornal Hoje e o Fantástico da Rede Globo? Foi nesse “tempo” que  o “bundudo” e “estrábico” Eduardo Cunha “conquistou” a voz da Telerj.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Cláudia Cruz “Cunha” abandonou o jornalismo expositivo. Trocou o “glamour e a chiqueza” da Globo por dinheiro, muito dinheiro que Eduardo Cunha já ostentava.  Nesse tempo ele já respondia processos por desvios de dinheiro do fundo de pensão do servidores da empresa de água e esgoto da cidade do Rio de Janeiro. Ou seja, Cunha não mudou e Cláudia Cruz já conhecia a “folha corrida” do seu consorte.

Agora, flagrados  e com os dedos sujos no petrolão, o primeiro casal da Cãmara dos Deputados experimenta o gosto amargo por usar dinheiro público para se “fartar”. Ela, deslumbrada com a conivência do maridão “desossou”, em apenas seis anos,   um milhão de dólares comprando bolsas, sapatos e roupas nas lojas mais chique de Paris e Londres.  Dubai foi a “cereja do bolo”.  Lá ela Cláudia Cruz “Cunha”comprou jóias no valor de 100 mil dólares.




Denunciada na Lava Jato, Cláudia Cruz “Cunha” vai experimentar outro tipo de “frio”.  Vai trocar o  “charmoso”  clima de Paris,  onde usava casacos com “gola” de pele de raposa por um “frio” bem menos nobre e extremamente desconfortável: O do Grande Hotel Moro, em Curitiba!