Sartori “de costas” para o Rio Grande!

sartori rindo




  O tema segurança pública virou deboche no Rio Grande do Sul. Nenhum governador tratou com tanto descaso a segurança dos gaúcho quanto JOSÉ IVO SARTORI.  Os criminosos chegam ao ponto de praticar uma chacina a exatos 100 metros do quartel que abriga o comando da Brigada Militar – a polícia militar dos gaúchos -. O que ocorreu depois, com a prisão dos bandidos, se deu por ato e obra da população que anotou a placa do veículo tripulado pelos assassinos. Mais: nenhuma nota ou manifestação do governador. Sua COVARDIA  é tamanha que delega a subalternos a tarefa de “enrolar” a população que paga impostos.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

As manifestações dos policiais civis e militares no seu conjunto, por suas entidades representativas,  deixam a população em pânico. Dizem eles que não existem as mínimas condições operacionais para entregar segurança para os gaúchos. Faltam pms e agentes civis nos quartéis e nas delegacias.  A cadeia de comando, sem as condições mínimas para garantir a segurança dos seus, apela para o núcleo duro do governo. PEDE SOCORRO! Mas confessam ter a sensação de estar falando com seres inanimados, sem sentimento ou até mesmo sem nenhum compromisso para com os rio-grandenses.

Os fiascos acontecem a cada minuto. O governador anuncia com toda pompa a inauguração de um centro de polícia no interior, contratado no governo do PT de Tarso Genro. Incontinenti se manifesta o revoltado o dono da empresa que o construiu. Diz ele na Rádio Gaúcha: Estão inaugurando uma obra sem me pagar. QUEBREI, lamenta o construtor!

Hoje, sábado, 13 de fevereiro o Rio Grande toma conhecimento que os detentos beneficiados pelo regime semi-aberto, que usam tornozeleiras eletrônicas, estão sendo chamados na Susepe para devolver o equipamento. A empresa que  “loca” as tornozeleiras para o estado determinou seu recolhimento, pois o governo não paga o aluguel pactuado em contrato.

A cada 2 horas um gaúcho é assassinado…

Isso não é mais um Estado… É um campo de guerra!

Essa situação caótica só tem um culpado: JOSÉ IVO SARTORI!

 

 

%d blogueiros gostam disto: