Que situação: ex-Presidente do PSDB de Minas “veste” vermelho na prisão

A Justiça de Minas Gerais converteu, nesta quarta-feira (8), a prisão temporária em preventiva do ex-secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais durante o governo de Antonio Anastasia (PSDB), Narcio Rodrigues (PSDB), e de outras seis pessoas. Eles foram presos durante a Operação Aequalis, por suspeita de envolvimento em desvio de verba pública.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

A operação investiga o desvio de verba pública que deveria ser destinada à Fundação Hidroex, vinculada à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, entre 2012 e 2014, pasta de Rodrigues comandou entre 2010 e 2014. A fundação desenvolvia, em Frutal, no Triângulo Mineiro, um centro de pesquisas de recursos hídricos. A estimativa é que tenham sido desviados R$ 14 milhões.

O pedido de conversão de prisão foi feito pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) em Belo Horizonte ao juiz Gustavo Moreira, da Vara Criminal de Frutal, no Triângulo Mineiro, onde os crimes apontados pela acusação foram cometidos. O Tribunal de Justiça em Belo Horizonte confirmou a decisão do magistrado, que aceitou o pedido da promotoria.

Conteúdo G1