Petrobras conclui venda de ativos na Argentina e no Chile por US$ 1,382 bi

A Petrobrás informou nesta terça-feira (3) que conclui as negociações para venda de ativos na Argentina e no Chile. Pelas duas operações, a companhia receberá US$ 1,382 bilhão.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

A subsidiária argentina, Petrobras Energia S.A, foi vendida por US$ 892 milhões para a Pampa Energia. O negócio inclui campos de petróleo e gás, postos de gasolina e refinarias.

A estatal brasileira se desfez de sua fatia de 67,19% na empresa, mas ficará com 33,6% da concessão de Rio Neuquén, onde acredita ter potencial para a produção de gás natural, e com 100% do ativo chamado Colpa Caranda, que compreende campos de gás natural na Bolívia.

Já a subsidiária chilena foi vendida à Southern Cross Group, por US$ 490 milhões. São 279 postos de gasolina, sete terminais de distribuição de combustíveis, operações em aeroportos e fábrica de lubrificantes.

Foram os primeiros anúncios, em 2016, dentro do programa de venda de ativos da estatal, que tem a meta de captar US$ 14,4 bilhões durante o ano.

Em 2015, a Petrobrás vendeu à japonesa Mitsui uma fatia de 49% da Gaspetro, subsidiária de participações em distribuidoras de gás canalizado, em uma operação de US$ 700 milhões.

No momento, a Petrobras negocia ativos de gás natural, térmicas, campos de petróleo e sua distribuidora de gás de botijão, a Liquigás.

Conteúdo é da Folha e assinada pelo jornalista NICOLA PAMPLONA

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/05/1767445-petrobras-conclui-venda-de-ativos-na-argentina-e-no-chile-por-us-1382-bi.shtml