oab e dilma

OAB CONSPIRA CONTRA O GOVERNO TEMER

 oab dilma

O Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Cláudio Lamáchia se mostra um oportunista de plantão. Atua para atrair para si “as luzes” do mais saliente holofote do impeachment da presidente Dilma Ruosseff. Tardiamente embarca no processo para obsorver “notoriedade”.  Cria um factóide, próprio dos marquteiros amadores, inadimíssivel para um dirigente do tamanho que se exige para presidir a OAB.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Tentar colocar “em xeque” o governo Temer nas primeiras 48 horas da posse, não passa de uma CONSPIRAÇÃO COVARDE.  Ameaçar de processo os ministros citados como beneficiários de propinas na Lava Jato é confessar publicamente a omissão da entidade que dirige. Estes mesmos ministros integraram por anos, os governo do PT. Se cometeram crimes, o fizeram sob a proteção de Lula e Dilma. Então é necessário se questionar o porque da  OAB ter ficado inerte, “em mandraque”, sem patrocinar a ação que hoje quer capitanear. Os mesmo homens que agora Lamachia quer cassar, são seus velhos amigos de ontem. Tudo não passa de um grande jogo de cena, em cenário que já se conhece seu epílogo.

O Advogado Cláudio Lamachia era Dirigente da OAB nos governos petistas de Lula e Dilma. Vice-presidente e agora presidente, exatamente no período em que “pipocaram” centenas de denúncias contra empreiteiros bandidos, servidores públicos corruptos e advogados “da hora”, de plantão.  Lamáchia, nesse tempo, permaneceu em um SILÊNCIO sepulcral!

Quando os brasileiros tomaram as ruas e indicaram o caminho da mudança, exigindo a saída de Dilma e seus “asseclas”, sorrateiramente surge no cenário,  a OAB. Embarca quando já havia uma sentença popular contra a Dilma política e quando já era irreversível o impeachment da presidente por ação e obra dos advogados Hélio Bicudo e Janaina Pascoal.

A OAB  quer “pegar uma carona na história”; quer ser o figurante principal das mudanças, onde o povo fez valer sua vontade  e  viu nascer um novo tempo…

A OAB não liderou nenhum movimento, ao contrário, censurou as ruas em várias oportunidades.

Agora quer se apropriar de um protagonismo que não lhe pertence….