close

 MBL:  Alexandre Frota agora se diz o ‘verdadeiro’ dono da logomarca do grupo de direita

alexandre frota e kim

O Movimento Brasil Livre está perto de completar três anos de idade. Surgiu na cena política em meados de 2014, com protestos contra a corrupção e o governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). No fim de 2014, a página no Facebook já passava de 140 mil seguidores. Mas no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica, o CNPJ, a “história” do grupo é outra. Lá a Associação Movimento Brasil Livre, registrada no fim de agosto deste ano, seria dirigida pelo ator Alexandre Frota.

Na vida real, Alexandre Frota nunca fez parte do MBL. Ele inclusive já publicou vídeos no YouTube criticando o movimento, classificado por ele de “eleitoreiro”. Em uma gravação de março deste ano, ele chama um dos líderes do grupo, Kim Kataguiri, de “filhote de Jaspion”. “Quem está ali falando é o ‘movimento das bichinhas livres'”, diz ele.

A associação da qual Frota é diretor é presidida por Vinicius Carvalho de Aquino, assessor de um deputado federal pelo Tocantins. Desde o impeachment de Dilma Rousseff, o ator vem ganhando proeminência entre os ativistas de movimentos de direita, sobretudo nas redes sociais.

Não se trata de uma simples disputa por uma logomarca, e sim pelo protagonismo da onda conservadora no Brasil, especialmente entre os jovens. O MBL de Kim Kataguiri e do vereador paulistano Fernando Holiday (DEM) é hoje o principal porta-voz deste campo político, espcialmente nas redes sociais.

Já Vinicius Carvalho de Aquino sustenta ter autorização dos verdadeiros criadores do nome e da logomarca original do MBL – mudada recentemente. A ideia teria surgido em outubro de 2014, em Alagoas.
“Quem criou este nome e esta marca foi uma empresa chamada Agencia P, do meu amigo Paulo Gusmão. Decidiram o nome e a marca. Se você consultar o Facebook, até pouco tempo estava lá o ‘MRL’, Movimento Renovação Liberal, que era o movimento dos senhores Kim Kataguiri e Renan Santos”, diz ele.
A BBC Brasil tentou contato com a agência mencionada por Aquino no começo da noite desta sexta-feira, mas não obteve resposta.

http://www.bbc.com/portuguese/brasil-41423626
André Shalders – @shaldim
Da BBC Brasil em São Paulo

Tags : Alexandre FrotaMBL

1 comentário

  1. Ultimamente tenho tido a impressão de que o MBL anda fazendo o jogo dos corruptos (ou que os favorece): só postagens envolvendo assuntos polêmicos e controversos (aqueles que o povão adoooora debater), como forma de desviar as atenções das investigações contra eles (os corruptos).
    Agora, raramente falam da Lava Jato, das manifestações na rua… me parece mais uma plataforma de promoção do Holiday.

Deixe uma resposta para Ailton Marques Cancelar resposta