Lula era o Chefe … confessa o delator Pedro Correa

O tsunami que se abateu sobre Brasília nos últimos dias não vai deixar “pedra sobre pedra”. Roberto Jeferson não mentiu quando disse que Lula era o “chefe” do mensalão. Pedro Correa, o “todo poderoso” do Partido Progressista, conta, com detalhes, a atuação direta do ex-presidente  Lula na distribuição de propinas na Petrobrás em favor de partidos aliados.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

A revista veja que circula nesta sexta, explora a delação de Corrêa..

… Uma das passagens mais emblemáticas, segundo o delator, se deu quando parlamentares do PP se rebelaram contra o avanço do PMDB nos contratos da diretoria de Paulinho. Um grupo foi ao Palácio do Planalto reclamar com Lula da “invasão”. Lula, de acordo com Corrêa, passou uma descompostura nos deputados dizendo que eles “estavam com as burras cheias de dinheiro” e que a diretoria era “muito grande” e tinha de “atender os outros aliados, pois o orçamento” era “muito grande” e a diretoria era “capaz de atender todo mundo”. Os caciques pepistas se conformaram quando Lula garantiu que “a maior parte das comissões seria do PP, dono da indicação do Paulinho”. Se Corrêa estiver dizendo a verdade, é o testemunho mais contundente até aqui sobre a participação direta de Lula no esquema da Petrobras.