EXPLOSIVO: DILMA MANDOU DELCÍDIO ACABAR COM A LAVA JATO

A Procuradoria-Geral da República está toda voltada para o que está sendo considerada internamente como “a operação”. O ponto de partida é um grampo em que um delator e uma autoridade conversam. O papo gira em torno de como melar a Lava-Jato.  A informação é de Lauro Jardim no Globo, deste domingo, 22.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

O Cristalvox complementa:  A PGR iniciou uma grande “Operação” há menos de 20 dias, quando Rodrigo Janot mandou esvaziar meio andar do prédio na sede da Procuradoria e convocou um número ainda desconhecido de Procuradores e servidores. Dizem, mais de 20.

Delcídio do Amaral que pode ser o “delator” de Lauro Jardim,  questionado por um dos jornalistas presentes no programa Roda Viva da TV Cultura de São Paulo,  sobre a acusação da Presidente Dilma de ser um “grande mentiroso”,  ex-líder do governo no senado confirmou ter tido  uma conversa reservada  com Dilma,  nos jardins do Palácio da Alvorada, para tratar especificamente da operação Lava Jato.




“Hipotético” teor da gravação por Delcídio à Procuradoria..

Delator: Bom dia, Chefa! Vim assim que soube do seu chamado..
Autoridade: Como andam as coisas? Ainda podemos confiar no Renan?
Delator:  É duro, mas é o que temos…
Autoridade: Como podemos agir para secar de uma vez por todas com a fonte  da “lava Jato”?
Delator: É o seguinte: Depois da conversa com o Poderoso Chefão pensei… Quem sabe a gente cria um “factóide”, chama o Zé Cardoso para fazer vazar de que estão envolvidos na Lava Jato, ao menos 08 ministros do STF, uma meia dúzia do STJ, o próprio PGR e os três comandantes militares… Isso pode acabar com a Lava Jato num único dia.
Autoridade: Não pense, faça!

Dizem que a conversa existiu nos jardins do Alvorada e o delator gravou tudo e entregou a PGR.