CORONEL DA ABIN REVELA: DILMA ESPIONOU TEMER, BARROSO, SENADORES E O JUIZ SÉRGIO MORO

DILMA E SEU MINISTRO RICARDO BERZOINI “GRAMPEARAM” O VICE PRESIDENTE MICHEL TEMER, O MINISTRO LUIS ROBERTO BARROSO DO STF, SENADORES DA REPÚBLICA E O  JUIZ SÉRGIO MORO, “CONFESSA” CORONEL DO EXÉRCITO LOTADO NA ABIN.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Nos últimos seis meses agentes da Abin, a Agência Brasileira de Inteligência, teriam espionado o presidente Michel Temer, líderes do PMDB, o juiz Sérgio Moro e até ministros do STF, como Luis Roberto Barroso. A descoberta, há cerca de duas semanas, de um grampo ambiental instalado sob a mesa do gabinete do ministro Luís Roberto Barroso confirmou as suspeitas que a equipe do presidente Michel Temer e membros da força tarefa da operação Lava Jato têm desde dezembro.

A denúncia está na edição de hoje da revista Istoé. Leia a reportagem de Mário Simas:

“Foi a Abin que grampeou o gabinete do ministro”, revelou a dois senadores o tenente coronel André Soares, ex-agente da Abin ainda lotado na Presidência da República. No final de março, uma empresa internacional de informações que atua no Brasil há mais de dez anos foi contratada para varreduras e detectou a arapongagem. Os espiões, segundo o levantamento feito pela empresa, seriam agentes da Abin trabalhando a pedido do ex-ministro Ricardo Berzoini, a quem a agência se reportava desde outubro do ano, por determinação da presidente afastada, Dilma Rousseff.

A equipe de Temer está segura que que sob a tutela do general Sérgio Etchegoyen a Abin possa ser melhor controlada.

Do site de Políbio Braga e conteúdo da Revista Isto É.