Chefes de Polícia em Nova York são presos por receber propina de empresários

Três policiais – CHEFES – da mais treinada e bem paga polícia do mundo, a de Nova York foram presos junto com um empresário, após a instauração de uma severa investigação federal, visando esclarecer atos e corrupção na arrecadação de fundos para programas sociais.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Mandados de busca foram expedidos e são considerados como um”golpe” contra a reputação da NYPD . A ação tem a finalidade de esclarecer atos de suborno, fraude eletrônica e conspiração.

O vice-chefe de polícia e o vice-inspetor teriam recebido ingressos do Super Bowl, facilidades no pagamento de refeições em finos e caros restaurantes e, um deles,  teve suas despesas de viagem na companhia de uma prostituta,  financiada pelo empresário corruptor.




As informações que chegam ao grande público são “filtradas” uma vez que os acusados são  apoiadores do atual prefeito de Nova York.

Jeremiah Reichberg, 42, é o empresário que está no centro do furacão que abala a polícia novaiorquina.