Brasileiros que trabalham no exterior enviam para casa, US$2,46 bilhoes em 2015

O jornal O Estado de São Paulo publica neste sábado, 02 de abril, em matéria assinada por Murilo Rodrigues Alves, onde informa que a remessa de dinheiro de brasileiros no exterior cresceu 15,6% no ano passado. Afirma o texto que: “Melhora na economia dos principais países, com a queda do desemprego e a valorização do dólar fizeram com que o envio de recursos chegasse a US$ 2,46 bilhões em 2015, o maior patamarem 4 anos.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Para o Estadão, o envio de dinheiro para o Brasil também é fruto do impacto cambial. A valorização do dólar frente ao real torna as remessas mais atraentes. O maior volume de transferências registradas pelo Banco Central foi em 2008, quando os brasileiros enviaram US$ 2,9 bilhões ao Brasil. Naquele ano, houve uma espectativa de valorização do dólar em relação a moeda brasileira. Quando o dólar está mais barato, os brasileiros que vivem no exterior tendem a guardar suas economias no país onde residem, adiando o envio do dinheiro para o Brasil no aguardo de um cenário economico mais favorável.(AE)