Algemas em Guido Mantega, Ministro da Fazenda de Lula e Dilma “atolado” na Operação Zelotes

Guido Mantega foi acordado as seis da manhã pela Polícia Federal.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Na manhã desta segunda, 09 de maio, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal deflagaram mais uma fase da Operação Zelotes.  O alvo principal é GUIDO MÂNTEGA!

Guido Mântega, um dos mais poderosos petistas da era Lula,  foi conduzido para prestar depoimento na PF.  O ex-ministro, aos poucos vai tomando consciência que será preso e condenado na Operação Zelotes. Àquela que o governo tentou, de todas as formas, boicotar, abafar e inviabilizar porque investiga a venda vil de Medidas Provisórias em favor de montadoras e “perdão” de multas milionárias aplicadas, por sonegação fiscal, contra grandes grupos empresariais brasileiros. Safra, Gerdau, RBS, Marcopolo…

A empresa teria comprado o então conselheiro do CARF Valmar Fonseca de Menezes para anular seu débito, na ordem de R$ 106 milhões. As autoridades que comandam as investigações da Operação Zelotes, PF e MPF, sustentam que Guido Mantega nomeou em junho de 2011, para a Câmara que analisou os processos da Cimento Penha, Valmar e também o conselheiro José Ricardo da Silva – já condenado pela Justiça Federal -.

Guido Mantega já teve seu sigilo bancário e fiscal quebrados por determinação judicial, extensivo a empresa que dirige, a Coroado Administração de Bens.

Conteúdo Estadão