Agora é oficial: Janot pede a Teori que Sérgio Moro JULGUE Lula!

Rodrigo Janot capitulou: Pressionado pela equipe da PGR que atua na operação Lava Jato em Curitiba e diante de críticas contundentes  contra o que chamam de “proteção” ao ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, nesta sexta, 10 de junho, recomendou o envio do processo que investiga Lula no petrolão seja enviado para o juiz natural da causa.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

O deslocamento da competência  do “feito” não depende da “vontade pessoal” de Teori Zavascki,  ministro relator do Petrolão do STF. Trata-se de um procedimento técnico jurídico de ordem constitucional. Lula ão possui foro privilegiado.  Está nas mãos de Sérgio Moro!

Esse assunto já foi tratado há 04 dias pelo Cristalvox.




É enorme a “pressão” dos Procuradores da República que atuam na operação da Lava Jato para que o Ministro do STF,  Teori Zavascki devolva para Curitiba os processos que envolvem o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.  Com o afastamento da presidente Dilma Rousseff e com o reconhecimento por parte da Corte Superior de Justiça do Brasil de que a nomeação de Lula, para chefiar a Casa Civil perdeu o objeto e que o ato não se consumou,  desapareceram todos os argumentos plausíveis para “dar” ao ex-presidente a condição de excepcionalidade do foro espeicial – foro privilegiado -.

Os indícios de que Lula e sua família são os legítimos proprietários do sítio de Atibaia e do apartamento do Guarujá deixaram de ser uma “dedução dos investigadores” e passaram a ser um “fato real” diante das informações que já chegaram ao conhecimento dos Procuradores da República, via Leo Pinheiro da OAS e Marcelo Bahia Odebrecht.  Ambos já confirmaram que as propriedades pertencem a família Lula da Silva e que suas empresas participaram da “facilitação” criminosa.

Tinha razão o Promotor  Cássio Conserino do Ministério Público de São Paulo quando encaminhou o pedido de prisão preventiva de Luis Inácio. Nos argumentos que embasaram o pedido estava posto o argumento  de que o ex-presidente poderia agir no sentido de prejudicar as investigações e interferir  no trabalho do Poder Judiciário. Lula, seus filhos e amigos envolvidos  na compra do apartamento e na reforma do sítio fizeram de tudo para destruir provas e simular situações capazes de enganar a justiça.

Sem foro privilegiado Lula está nas mãos de Sérgio Moro, àquele que o ex-presidente chamou de nazista, incompetente e mal intencionado.

Ainda bem que Sérgio Moro não é rancoroso…