ADVOGADO DIEGO ZULIANI, PRESO EM SANTIAGO, REQUER REVOGAÇÃO DA PREVENTIVA

O advogado de Santiago DIEGO DALENOGARE ZULIANI  permanece recolhido ao Presídio de Santiago. Ele é acusado de integrar uma quadrilha criminosa, onde foram praticados os crimes  de receptação, denunciação caluniosa, falsidade ideológica, crime ambiental e fraude processual.


Este conteúdo é produzido por CristalVox. Apoie nosso trabalho curtindo nossa página

Na audiência realizada na manhã desta segunda-feira, 14 de dezembro a juíza Cecília Laranja homologou uma transação penal antes mesmo da apresentação da denúncia pelo Ministério Público sobre os eventos apurados pela Polícia Civil. Na audiência os defensores dos acusados protocolaram pedido de revogação da prisão preventiva decretada pela Magistrada.  Após manifestação do Ministério Público a Juiza irá decidir sobre o pedido…

Eis o termo de audiência desta segunda, 14 de dezembro.

Comarca de Santiago

Vara Criminal

Avenida Batista Bonotto Sobrinho , 157 – CEP: 97700000      Fone: 55-3251-1855

 

TERMO DE AUDIÊNCIA – CRIME

Data: 14/12/2015 Hora: 10:00
Juiz Presidente: Cecilia Laranja da Fonseca Bonotto
Processo nº:  064/2.15.0002985-8 (CNJ:.0007464-96.2015.8.21.0064)
Natureza: Receptação Dolosa e Especial
Autor: Justiça Pública
Réu: Lino José Zuliani

Adv: Dionisio Silva da Costa – RS/29521

Adv: Isaque dos Santos Dutra – RS/83401

Diego Dalenogare Zuliani

Adv: Dionisio Silva da Costa – RS/29521

Adv: Isaque dos Santos Dutra – RS/83401

Jorge Dileu Werberích de Lima

Silvano da Silva

Adv: Defensor Público –

Marioneide do Canto Fontoura

Adv: Rodrigo Machado Oliveira – RS/72063

Adão Ferreira Paraiba Junior

Leandro Conceição de Farias

Cristiano Rodrigues Faccim

Juliano Wacht Ceolin

Flavio Rodrigues Assis

Edson Uberti Zambeli

Carlos Lionei Deponti Fumaco

Vítima Alcides Meneghini
Ministério Público: Silvia Inês Miron Jappe
Oficial Escrevente: Daniel Maronês Ribeiro (estagiário)

 

Aberta a audiência pelo(a) MM. Juiz(a) de Direito foi dito que: “Presentes os réus Jorge, Diego e Lino acompanhado de seus respectivos procuradores. Presente Ednardo Dalenogare, acompanhado de sua procurador Dra. Ione, presente as vítimas Alcides e Velocino. As partes foram informadas por essa Magistrada, que será encaminhado ofício ao MP comunicando os fatos relatados no IP que ensejou o presente feito, para que seja tomadas medidas judicias cabíveis nos processos 064/1120002723-2 e 064/1130003495-8. As partes acordaram em devolver a posse da área objeto de usucapião 064/1120002723-2 ao verdadeiro proprietário, senhor Velocino Monteiro da Silveira na data de hoje. Edinardo da Silva Dalenogare compromete-se a quitar a dívida ou transferir as eventuais hipotecas existentes na matrícula do imóvel originado da ação de usucapião antes referida no prazo de 06 meses a contar da presente data. O indiciado Jorge Dileu de Lima compromete-se a ressarcir o valor inicialmente pago por Edinardo pela terra usucapienda, no valor de R$30.000,00 corregidos monetariamente pelo IPG e acrecidos de juros legais de 1% ao mês desde a data de pagamento. O valor será pago em duas parcelas, sendo que a primeira vencerá em 01/03/02016 e a segunda em 30/05/2016, que será pago em depósito em conta em nome de Edinardo no Banco Sicredi, conta nº 74446, agência 0437. Jorge Dileu compromete-se também em transferir a propriedade do veículo F250 CXJ 8897 à Edinardo, no prazo de 30 dias a contar da data de hoje, passando desde já a posse de veículo a Edinardo. Pela Magistrada foi dito que homologado o presente acordo para que surta os efeitos jurídicos legais. As vítimas foram cientificadas que eventuais ações indenizatórias deverão ser objeto de ação própria. Dê-se vista ao MP do pedido de revogação da prisão preventiva de fls. 923. Após, voltem os autos conclusos para análise do pedido. Encaminhe-se cópia do presente acordo à Promotoria Civil, com atuação na 2ª Vara Civil desta Comarca, para que tome as medidas cabíveis em relação aos processos 064/1120002723-2 e 064/1130003495-8.”. Presentes intimados. Nada mais.

 

Cecilia Laranja da Fonseca Bonotto Silvia Inês Miron Jappe
Juíza de Direito Ministério Público

 

 

%d blogueiros gostam disto: